Média salarial para estudantes internacionais no Canadá tem aumento enquanto mais estudantes procuram obter PGWP no país.

Em pesquisa obtida pela Statistics Canada, o número de estudantes internacionais graduados que obtêm um PGWP (Post Graduation Work Permit) aumentou dramaticamente. Esta permissão autoriza que estudantes internacionais que se graduaram em colleges públicos no Canadá trabalhem em qualquer lugar do país por até três anos, dependendo da duração do programa de estudos.

Com uma educação canadense e experiência de trabalho, os titulares do PGWP podem ter acesso a muitos dos programas de imigração de classe econômica do Canadá. Não é extensível, nem renovável, e você só pode obtê-lo uma vez.

O Statistic Canada estudou a participação no mercado de trabalho de detentores de PGWP de 2008 a 2018. O número de pessoas que possuíram o PGWP e declararam renda nesse período cresceu mais de 13 vezes, de 10.300 em 2008 para 135.100 em 2018. Enquanto isso, a taxa de participação permaneceu relativamente estável, com três quartos dos detentores de PGWP relatando ganhos todos os anos.

Os ganhos médios anuais recebidos pelos detentores do PGWP neste período aumentaram de US$ 14.500 em 2008 para US$26.800 em 2018, ajustados para refletir a diferença no valor do dólar ao longo da década. Esses rendimentos sugerem um aumento na quantidade média de mão de obra.

Quase três quartos de todos os titulares de PGWP tornaram-se residentes permanentes dentro de cinco anos após o recebimento do PGWP. Essas altas taxas de transição para residência permanente podem ser porque a experiência de trabalho canadense melhora as chances dos titulares do PGWP de serem selecionados como imigrantes, sugere o estudo. Além disso, os titulares do PGWP podem ter uma motivação mais forte para buscar a residência permanente do que aqueles que não solicitam um PGWP.

De onde são os titulares do PGWP? Para onde eles vão depois de graduados?

A maioria dos graduados que possuem PGWP segundo o Statistic Canada vieram da China e Índia. Juntos, estes países representaram 66% de todos os PGWP em 2018, acima dos 51% em 2008. A parcela de estudantes internacionais indianos que se tornaram titulares de PGWP cresceu mais de quatro vezes, de 10% em 2008 para 46% em 2018. O oposto ocorreu com os estudantes vindo da China, onde obteve uma queda de 41% para 20% no período.

A grande maioria dos titulares de PGWP buscam viver e trabalhar em Ontário, British Columbia e Quebec respectivamente. Para PGWP emitido em 2018, 56% eram para graduados internacionais que pretendiam trabalhar em Ontário, acima dos 44% em 2008. Os titulares de PGWP que pretendiam trabalhar em British Columbia diminuíram de 19% em 2008 para 16% em 2018. Quebec também experimentou uma diminuição de 13% em 2008 para 11% e 2018.

Diferença de salários entre cidades e setores.

Em 2018, os detentores de PGWP que possuem uma média salarial maior moram em Alberta e Saskatchewan. Os rendimentos mais baixos foram relatados por aqueles que trabalham em Quebec, Nova Scotia e Prince Edward. De 2008 a 2018, o crescimento nos lucros foi maior entre os detentores de PGWP empregados em Newfoundland e Labrador, seguidos por Quebec e New Brunswick. O crescimento dos ganhos foi mais baixo entre os que trabalham em Alberta, Prince Edward e Manitoba.

Os ganhos médios para titulares de PGWP foram consistentes com padrão geral entre todos os trabalhadores canadenses em 2018. Os ganhos mais altos para titulares de PGWP empregados em mineração e extração de petróleo e gás, serviços públicos e administração pública. Os menores rendimentos foram para trabalhadores de setores com serviços educacionais e administrativos, serviços de varejo, hospitalidade e alimentação.

Como surgiu o PGWP.

O PGWP começou em 2003 como um programa piloto em províncias selecionadas antes de expandir para todo o país em 2005. A partir de 2008, o PGWP permitiu que recém-formados trabalhassem para qualquer empregador no país por até três anos. Então, em 2014, os titulares de permissão de estudo foram autorizados a trabalhar após a conclusão de seus estudos enquanto aguardavam a aprovação de seu PGWP.

Essas mudanças foram introduzidas para tornar o Canadá um destino mais atraente para estudantes internacionais e fornecer a eles caminhos para residência permanente.

Como ser elegível para o PGWP?

Para ser elegível para o PGWP, você precisa ter se formado em um programa de tempo integral de pelo menos oito meses de duração em uma Instituição de Aprendizagem Designada Canadense. Com exceção dos alunos matriculados durante a pandemia, os estudos devem ser concluídos pessoalmente para contar para a elegibilidade do PGWP. Os estudantes internacionais podem contar o tempo que passaram estudando online entre março de 2020 e 31 de agosto de 2022 para se qualificarem, mesmo que todo o programa estivesse online durante este período.

O período de validade do PGWP coincide com o período do estudo ente oito meses a dois anos. Programas com pelo menos dois anos de duração podem ser elegíveis para um PGWP de três anos.

Se você gostou desse artigo, compartilhe com seus amigos e fique por dentro das notícias mais relevantes sobre o Canadá. Está no Brasil e quer imigrar? A Canada Journal oferece consultoria educacional sem custo.

Entre em contato conosco pelo whatsapp: +1 (778) 251-3740 https://whats.link/canadajournal ou pelo email contato@canadajournal.com

Assine nossa newsletter

Deixe seu e-mail e receba em primeira mão as novidades do Blog da Canada Journal.