Ministro Mendicino anuncia mudanças para facilitar o aprendizado on-line para estudantes internacionais

Estudantes internacionais fazem imensas contribuições culturais e sociais para o Canadá e geram mais de CAD$ 21 bilhões em atividade econômica. Desde o início da pandemia, o Sr. Marco E. L. Mendicino, Ministro da Imigração, Refugiados e Cidadania, fez uma série de mudanças temporárias nas políticas para apoiar e tranquilizar estudantes internacionais e instituições de ensino.

Para se ter uma ideia, em 2019, o Canadá recebeu mais de 650.000 estudantes internacionais no nível de ensino pós-secundário e mais de 58.000 ex-estudantes internacionais se tornaram residentes permanentes no país.

Com a temporada de outono se aproximando, o Ministro acaba de anunciar medidas adicionais para apoiar os estudantes internacionais que iniciam um novo programa on-line em Setembro em uma instituição de ensino canadense – se a instituição oferecer o programa on-line – para que eles possam continuar seus estudos sem comprometer sua segurança e de outros.

Essas mudanças darão aos alunos mais certeza sobre sua capacidade de entrar no Canadá assim que as restrições de viagem e saúde forem reduzidas no Canadá e em seus próprios países de origem. Elas significam que os estudantes serão elegíveis para trabalhar no Canadá após a formatura, mesmo que precisem começar seus estudos on-line no exterior neste outono.

As mudanças garantirão que o Canadá mantenha sua reputação como um dos principais destinos para estudantes internacionais e demonstram a importância que o país dá aos seus estudantes internacionais e à contribuição que eles oferecem à economia do país.

As novas medidas incluem:

– fornecer processamento prioritário de permissão de estudo para estudantes que enviaram um application completo on-line, para garantir que os vistos sejam processadas o mais rápido possível.

– permitir que os alunos contem o tempo gasto na realização de seus estudos on-line no país de origem para se qualificarem a uma permissão de trabalho de pós-graduação, se tiverem submetido uma solicitação de permissão de estudo e se pelo menos 50% de seu programa for concluído no Canadá

– fornecer garantias a estudantes internacionais que, devido à pandemia, não conseguem enviar toda a documentação necessária para concluir o processamento de suas solicitações e que optam por prosseguir programas por meio do ensino à distância, implementando um processo temporário de aprovação em duas etapas.

O processo temporário permitirá que os candidatos contem o tempo gasto no estudo on-line no exterior em relação à sua permissão de trabalho de pós-graduação, uma vez que recebam uma aprovação em princípio, desde que sejam capazes de satisfazer todos os requisitos e recebam a aprovação completa de sua permissão de estudos posteriormente. Assim que os serviços consulares começarem a reabrir, os aplicantes deverão enviar os documentos restantes para que recebam a permissão de estudo aprovada e possam viajar para o Canadá.

As etapas temporárias são: aprovação em princípio e elegibilidade/admissibilidade:

  • Os candidatos que passarem no estágio de aprovação em princípio – que inclui mostrar que foram aceitos em uma instituição de ensino canadense, têm os fundos disponíveis e são elegíveis para a permissão de estudo – será notificado da aprovação da primeira etapa.
  • Uma vez emitido o princípio de aprovação, os candidatos podem começar a estudar on-line no exterior e contar com esse tempo para obter sua permissão de trabalho de pós-graduação, desde que atendam a outros critérios e que, eventualmente, recebam a aprovação total de sua permissão de estudo.
  • O candidato receberá a aprovação final assim que cumprir todos os requisitos de elegibilidade e admissibilidade, incluindo o envio de biometria e documentos necessários, como um exame médico de imigração e um certificado policial. Somente quando uma aprovação final for recebida, o candidato poderá viajar para o Canadá.

Esse processo está disponível para estudantes que iniciam um programa no semestre do outono (Setembro) que enviarem uma solicitação de permissão de estudo até 15 de setembro de 2020. Essa medida tranquilizará os estudantes de que podem se matricular e iniciar seus estudos neste outono on-line, mesmo quando não puderem enviar toda a documentação necessária devido a encerramentos relacionados a pandemia.

Embora a pandemia do COVID-19 tenha apresentado vários desafios em todo o mundo, a abordagem de todo o governo do Canadá visa proteger a saúde dos canadenses e, ao mesmo tempo, minimizar o impacto econômico e social das restrições. Com essas mudanças, espera-se que os estudantes internacionais continuem contribuindo para a saúde e a vitalidade do Canadá e das comunidades locais onde estudam de costa a costa.

É importante que os futuros alunos observem que iniciar seus estudos on-line no exterior após a aprovação no princípio de um pedido de permissão de estudo não é uma garantia de que eles receberão uma aprovação completa de seu pedido de permissão de estudo ou de estarem autorizados a prosseguir seus estudos presencialmente no Canadá. Ainda é possível que um candidato receba uma decisão final negativa em sua permissão de estudo com base em fatores como inadmissibilidade por razões de criminalidade ou segurança, ou pela incapacidade de prever como a situação do COVID-19 e quaisquer restrições de viagem associadas evoluirão.

Citação

“A pandemia teve um impacto significativo nos estudantes internacionais e nas instituições e comunidades canadenses que os hospedam. Por isso, implementamos uma série de medidas para apoiá-las. Valorizamos a contribuição dos jovens que buscam uma educação de alta qualidade no Canadá e estamos fazendo todos os esforços para minimizar como os desafios atuais afetam seus planos e sonhos para o futuro. ”

– O Sr. Marco E.L. Mendicino, P.C., M.P., Ministro da Imigração, Refugiados e Cidadania

Assine nossa newsletter

Deixe seu e-mail e receba em primeira mão as novidades do Blog da Canada Journal.