Pandemia traz um novo conceito de business para o mundo

Nesse momento histórico que 2020 traz para o mundo, mais um capítulo vem sido escrito junto de tantos outros. E agora, até mesmo as horas e quantos dias na semana as pessoas trabalham, pode ser alvo de mais uma dessas mudanças necessárias.

A Nova Zelândia de forma pioneira começou um programa piloto em 2018 no qual já disponibilizava aos empregadores uma flexibilização maior para os funcionários. Algumas empresas aplicaram o método de 4 dias por semana e outras o método de 9 dias em duas semanas, que tem por regra trabalhar 9 horas por 5 dias em uma semana para receber na próxima semana um dia a menos de trabalho.  Um dos fundadores da empresa Perpetual Guardian, Andrew Barnes, disse “As expectativas foram além do meu sonho mais distante”.

Após todos os acontecimentos deste ano, a primeira ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, decidiu trazer essa possibilidade novamente como forma de combate aos danos causados pela pandemia. Alegando que assim os trabalhadores teriam mais tempo pra viajar dentro do país, mover a economia, além de ter um “boost” no desempenho dos colaboradores que trabalham menos horas pra alcançar os mesmos resultados. Incluindo aqueles que trabalham home office. Empresas renomadas como a Microsoft já fizeram o experimento de 4 dias de trabalho por semana e obtiveram um crescimento de 40% na produtividade da companhia. Além de reduzir os custos do local físico de trabalho, a equipe sentia mais prazer e satisfação em ir para o ambiente de trabalho.

A partir das tentativas de sucesso e experimentos citados acima, o Canadá começa a fazer algumas mudanças exclusivamente na província de Nova Scotia, já nessa semana. A ideia começa a ser implementada em diferentes lugares do mundo e parece liderar um novo tipo de revolução industrial, que vai na contramão de um velho Fordismo que parece não ter mais espaço nos dias atuais. “Essa medida pode não afetar a todas as indústrias, mas é melhor 40% delas do que nenhuma”, disse Angus Reid. Essas medidas agradam mais de 68% dos canadenses que prefeririam trabalhar 10 horas por dia e ter mais um dia livre, do que trabalhar 8 horas por 5 dias.

E você, qual modelo te agradaria mais?

https://nowtoronto.com/lifestyle/health/canada-four-day-work-week/

https://www.cnn.com/2020/05/21/business/new-zealand-4-day-week-hnk-intl-scli/index.html

https://www.theguardian.com/world/2020/may/20/jacinda-ardern-flags-four-day-working-week-as-way-to-rebuild-new-zealand-after-covid-19

Assine nossa newsletter

Deixe seu e-mail e receba em primeira mão as novidades do Blog da Canada Journal.