Emprego: Alta qualificação x Empregabilidade no Canadá

Ter um doutorado obtido fora do Canadá e uma longa experiência de trabalho internacional podem ser impedimentos para imigrantes qualificados em trabalhos de desembarque aqui, aqueles que chamamos de “entry level jobs”. Esse é um dos principais fatores que afetam as taxas de emprego dos recém-chegados.

Uma pesquisa com 6.402 imigrantes qualificados constatou que 80% dos entrevistados estavam empregados, a maioria em empregos permanentes, mas apenas 39,1% tinham posições com funções semelhantes às que tinham antes da imigração. Aqueles com experiência profissional anterior no Canadá eram 2,4 vezes mais propensos a serem empregados do que aqueles sem.

Apenas 71,5% dos doutorandos estrangeiros tinham um emprego em comparação com 85,9% de seus pares com diploma e 82,1% daqueles com diploma de bacharel, de acordo com o relatório da World Education Services, uma organização sem fins lucrativos que avalia e defende o reconhecimento de credenciais internacionais em educação.

Os imigrantes qualificados, com mais de 15 anos de experiência profissional internacional, tinham uma taxa de emprego de 72,1%, mais de 10% menor do que seus colegas que tinham menos de cinco anos de experiência.

Neste relatório pode-se ver que uma grande proporção de entrevistados teve que mudar de setor e passar a trabalhar em um nível mais baixo de antes.

Os imigrantes qualificados que trabalhavam em serviços de alimentação antes de virem para o Canadá tinham a maior taxa de emprego, em 96,2%, seguidos por aqueles com experiência em manufatura (85,8%), tecnologia da informação (85%), serviços financeiros e bancários (80,8%)e gestão corporativa (80%).

Anualmente, a Imigração, Refugiados e Cidadania do Canadá (IRCC) reconhece empresas canadenses que fizeram esforços significativos para ajudar os recém-chegados a se integrarem ao mercado de trabalho. Os prêmios são entregues anualmente desde 2015. Os vencedores de 2020 são: Glen Haven Manor— New Glasgow, Nova Scotia; KPMG in Canada— Toronto, Ontario; MUFG Fund Services Ltd.— Halifax, Nova Scotia; e White Hat Drycleaners and Commercial Laundry— Campbell River, B.C..

No entanto, quando se trata de garantir empregos compatíveis com as habilidades e a experiência anteriores, o relatório constatou que aqueles que trabalhavam em tecnologia da informação antes de imigrar eram mais propensos a trabalhar em empregos similares do que outros. Aqueles em uma profissão regulamentada também têm menos sucesso na obtenção de empregos proporcionais, como é o caso de medicina, odontologia, engenharia, etc.

Onde um imigrante completou seu diploma também é crucial. Por exemplo, aqueles que foram educados nos Estados Unidos tinham maior probabilidade de ter um trabalho compatível do que aqueles que obtiveram seus diplomas em outros lugares.

O relatório também classificou as taxas de emprego por país de origem de um imigrante, com as Filipinas subindo no topo, em 89,7%, seguidas por profissionais do Brasil (89,2%), Jamaica (85,5%), Índia (78,1%) e Irã (70,7%). Entre os piores desempenhos dos 10 principais países de origem entrevistados estavam os do Egito, Paquistão, China, Bangladesh e Nigéria.

Outro ponto a ser avaliado é que imigrantes tendem a chegar ao Canadá em desvantagem no mercado de trabalho, pela não fluência do idioma, insegurança, desconhecimento do mercado de trabalho local, falta de experiência de trabalho canadense, etc. Eles precisam de tempo para que os empregadores canadenses reconheçam suas habilidades. Os imigrantes que recebem altos salários geralmente precisam de pelo menos cinco anos no Canadá antes que seus salários correspondam aos de indivíduos nascidos no país.

Mão-de-obra qualificada x Imigração

Não há dúvida de que mais pode ser feito para melhorar o desempenho econômico dos imigrantes no Canadá. Ao mesmo tempo, existem inúmeros indicadores que mostram, sem dúvida, que os imigrantes estão tendo sucesso no Canadá.

O Canadá continuará a melhorar seus programas de classe econômica e fará investimentos em apoios de assentamento e integração. Isso, mais o fato de nove milhões de canadenses atingirem a idade de aposentadoria na próxima década sugere que o desempenho econômico dos imigrantes, assim como sua renda, continuará melhorando.

Dicas

Está vindo para o Canadá e gostaria de entender melhor como procurar emprego de forma mais competitiva? Preparamos um ebook sobre esse assunto e temos certeza que ele poderá lhe ajudar com as diversas dicas lá: https://canadajournal.com.br/downloads.

Além disso, há vários sites de emprego que recomendamos que você acesse antes mesmo de chegar ao Canadá para ir se familiarizando e entendendo o mercado, o que pede cada função, salário médio da categoria, se necessita alguma certificação específica para o exercício da função, etc. Seguem alguns:

– Glassdoor

– Job Bank

– WorkBC

– Indeed

– BC Jobs

– Monster

– Go Jobs Ontario

– entre outros.

Tem interesse em vir para o Canadá? Ficou com alguma dúvida sobre sua carreira e precisa de uma consultoria? Escreve pra gente: contato@canadajournal.com.

Fonte:

https://www.thestar.com/news/gta/2019/12/04/they-come-from-around-the-world-for-a-better-life-in-canada-how-are-they-faring-in-the-job-market.html

https://www.cicnews.com/2020/03/canadian-employers-awarded-for-exemplary-work-with-newcomers-0313897.html#gs.zz9xf0

Assine nossa newsletter

Deixe seu e-mail e receba em primeira mão as novidades do Blog da Canada Journal.