Como extender seu visto temporário no Canadá?

Muitos brasileiros decidem vir para o Canadá sem saber direito o que esperar da experiência de morar fora e após se apaixonar pelo país, decidem prorrogar a volta ou até mesmo iniciam um planejamento para imigrar de vez para o país. Entretanto, o visto de turista, estudante ou residente temporário possui uma validade e é necessário extender ou pensar em outras estratégias em como continuar no país e traçar um planejamento para extender um status temporário. Por conta disso, separamos algumas dicas que podem auxiliar neste processo. 

O Immigration, Refugees and Citizenship Canada (IRCC) oferece várias opções que permitem que os residentes temporários permaneçam no Canadá, mesmo enquanto aguardam uma decisão de residência permanente ou residência temporária.

Por exemplo, maintained status significa que os residentes temporários que solicitam um novo status temporário não precisam necessariamente deixar o Canadá se seus documentos expirarem antes que o IRCC tome uma decisão referente ao processo. Por meio deste exemplo de status, visitantes, estudantes e trabalhadores estrangeiros temporários podem permanecer no Canadá nas mesmas condições de sua permissão anterior até receberem uma resposta sobre a nova solicitação.

Residentes temporários que solicitam residência permanente e que estão enfrentando o fim da validade de seus documentos por conta dos atrasos ocorridos devido a pandemia, podem aplicar para o Bridiging Open Work Permit (BOWP).

Embora algumas autorizações de residência temporária sejam elegíveis para extensão, certos programas como o Post-Graduation Work Permit (PGWP) não são renováveis nem extensíveis, mas isso não significa necessariamente que esses trabalhadores não possam ser elegíveis para uma permissão de trabalho diferente.

Embora seja uma opção para muitos, geralmente não é desejável que trabalhadores e estudantes no Canadá solicitem um Temporary Resident Visa (TRV), porue não permite que você trabalhe ou estude. Aqueles que possuem este visto também podem ser elegíveis para solicitar um Visitor Records e ter permissão para permanecer por mais de seis meses, embora, novamente, isso não lhes permita trabalhar ou estudar. Também pode haver opções de permanência para pessoas elegíveis para isenção de permissão de trabalho, em casos específicos. Neste artigo abordaremos algumas opções de extensão de visto para os seguintes casos:

Work Permit

Study Permits

Post-Graduation Work Permits

Bridging Open Work Permits

Work –Permit (Permissão de Trabalho Temporário)

As autorizações de trabalho canadenses são divididas em duas grandes categorias, o LMIA (Labour Market Impact Assessment) e as posições isentas deste processo. Um LMIA destina-se a demonstrar ao governo canadense que há necessidade genuína de um trabalhador estrangeiro preencher uma vaga. 

Neste processo, é o empregador que precisa fazer o LMIA. Uma vez que o Employment and Development Services Canada (EDSC) emite o LMIA positivo para o empregador e o mesmo entrega uma cópia para o trabalhador com a confirmação. Após isso, o trabalhador solicita então uma autorização de trabalho para o IRCC.

Alguns programas de permissão de trabalho oferecem processos de LMIA facilitados para lidar com a escassez de mão de obra estabelecida. Por exemplo, o Global Talent Stream (GTS) permite que empregadores de ocupações de tecnologia qualificados ignorem o requisito de publicidade de um LMIA, o que acelera o tempo de processamento. As autorizações e trabalho GST possui um padrão de processamento de duas semanas. Além disso, a província do Quebec tem sua própria lista de ocupações que permite o processamento facilitado do LMIA.

A maioria dos trabalhadores estrangeiros temporários do Canadá possui permissão de trabalho isenta de LMIA. Em 2021, foram emitidas 315.000 autorizações de trabalho sem LMIA, um número cerca de três vezes maior quando comparado com autorizações feitas por meio deste suporte. Os empregadores canadenses cujo anúncio de emprego corresponde a um código de isenção LMIA devem pagar uma taxa de conformidade e enviar uma oferta de emprego por meio do portal do empregador do IRCC para contratar pelo programa de permissões de trabalho sem necessidade de LMIA.

O objetivo das autorizações das autorizações de trabalho isentas da LMIA, do ponto de vista do governo, é apoiar os interesses canadenses. As autorizações de trabalho isentas de LMIA mais comuns se enquadram nas categorias de benefícios significativos e empregos recíprocos. O Canadá define “benefício significativo” como um cidadão estrangeiro cujo trabalho beneficiará os canadenses social, cultural ou economicamente. Emprego recíproco é quando o Canadá tem um acordo com outro país, que permite o intercâmbio de trabalhadores além-fronteiras. O impacto no mercado de trabalho é considerado neutro, pois os trabalhadores estrangeiros podem ter oportunidades semelhantes no Canadá às que os trabalhadores canadenses podem ter no exterior.

A categoria isenta de LMIA inclui autorizações de trabalho abertas, que permitem que os titulares trabalhem em qualquer lugar para qualquer empregador no Canadá. Também inclui autorizações de trabalho que se enquadram no CUSMA, CETA ou outro acordos de livre comércio com Canadá. O mesmo vale para autorização de trabalho no programa International Experience Canada (IEC). O IEC oferece caminhos para jovens de certos países que desejam obter experiência em outro país.

Study Permit (Permissão de Estudo)

Caso faça sentido para sua carreira e sua situação financeira, obter uma permissão de estudo pode permitir que você permaneça no Canadá. Você também poderá trabalhar por meio período durante a sessão acadêmica e em período integral durante os intervalos programados.

Para obter uma permissão de estudo, primeiramente é necessário o estrangeiro ser aceito em uma Instituição de Ensino Designada (DLI). A partir do momento em que o estudante internacional recebe a LOA da instituição, que é a carta que comprova a aceitação do aluno, o mesmo pode utilizar este documento para solicitar uma permissão de estudo canadense.

Depois de concluir seu programa, o estudante torna-se então, elegível para permanecer no Canadá por meio do PGWP. Além disso, o estudante torna-se elegível para processos de residência permanente que são adaptados para estudantes internacionais graduados.

PGWP ( Post-Graduation Work Permit)

O PGWP é uma permissão de trabalho que o governo oferece para estudantes internacionais que concluiram um programa pós-secundário em uma Designated Learning Institution (DLI) elegível. É uma permissão de trabalho aberta, o que significa que não vincula o titular a um empregador ou ocupação.

Os programas de estudo com duração superior a oito meses, mas inferior a dois anos, podem ser elegíveis para um PGWP que corresponda à duração do programa. Estudantes internacionais que completaram programa de dois anos ou mais podem se qualificar para um PGWP de três anos. 

Bridging Open Work Permit (BOWP)

O Bridging Open Work Permit permite que certos processos de residência permanente permaneçam no Canadá além da data de expiração de seu status temporário.

Os seguintes programas de imigração são elegíveis para um BOWP.

 – Federal Skilled Worker Program

 – Canadian Experience Class

 – Federal Skilled Trades Program

 – Provincial Nominee Program

 – Quebec Skilled Workers

 – Agri-Food Pilot Program

Se você gostou desse artigo, compartilhe com seus amigos e fique por dentro das notícias mais relevantes sobre o Canadá. Está no Brasil e quer imigrar? A Canada Journal oferece consultoria educacional sem custo.

Entre em contato conosco pelo whatsapp: +1 (778) 251-3740 https://whats.link/canadajournal ou pelo email contato@canadajournal.com

Assine nossa newsletter

Deixe seu e-mail e receba em primeira mão as novidades do Blog da Canada Journal.