Canadá dá mais um passo na prevenção e segue entre os melhores no combate ao COVID-19

Recentemente, como de costume, o Canadá é mais uma vez destaque entre as nações neste momento de crise mundial. Em mais uma mostra de organização, competência e investimetos inteligentes, o Canadá sai na frente mais uma vez e é considerado um dos países mais seguros durante o combate ao COVID-19. Ficando a frente de países como Noruega e Dinamarca. Um reflexo disso foi um novo equipamento lançado por uma empresa de tecnologia em Burnaby, município que pertence a Vancouver, BC, que é capaz de fazer um ultrasom através de uma ferramenta simples que mostra na tela do celular como está o pulmão, abdomên e até o coração do paciente.

Apesar do Canadá não estar dentro do Top 10 ainda, está a poucos passos de conseguir. A lista segue organizada com a Nova Zelândia, Suiça, Alemanha, Israel, Singapura, Japão, Áustria, China, Australia, Corea do Sul e Emirados Árabes como décimo primeiro na lista. Dessa maneira, com os investimentos que o governo injetou para que as empresas não parassem e a economia seguisse girando, uma empresa de tecnologia médica canadense acabou de desenvolver um ultrasom que vai ajudar a identificar pacientes que possuem COVID-19. Apesar deste vírus não ter sido o foco do desenvolvimento deste aparelho, agora ele poderá ajudar através de scanners a juntar imagens rápidas para serem analisada pelos médicos.

O aparelho chamado de “Clarius C3 multipurpose ultrasound scanner” tem como objetivo fornecer imagens do abdômen e pulmões.Podendo também fazer um scan do coração com um outro dispositivo acoplado. Dessa forma, podem verificar se há pneumonia (sintoma comum em casos de COVID-19) nos pacientes de forma muito mais rápida porque pode ser visto na tela do celular pelo aplicativo conectado ao Clarius C3.

O vice presidente de pesquisa e desenvolvimento da Clarius Mobile Health disse, “com tantas industrias ao redor do mundo encarando desafios, nosso time se sente extremamente grato por ser parte de uma das soluções que está ajudando a salvar vidas”. Essa tecnologia foi desenvoldida em Metro Vancouver e os preços inicias para estes dispositivos são de $6.500 CAD por unidade. O que faz desses pequenos e práticos aparelhos, muito mais acessíveis do que as grandes máquinas de ultrasom, que poderiam custar $100,000 CAD facilmente. O que faz com que esse novo dispositivo se torne bastante competitivo inclusive, para países com menor poder aquisitivo para combater o vírus.

Com mais esse passo adiante e a espera por uma vacina, o mundo segue com um pouco mais de esperanças contra a atual crise global. Pesquisas mostram uma evolução nas fases de desenvolvimento das vacinas, principalmente na do laboratório de Oxford. Nesse meio tempo, é muito importante que essas medidas preventivas, como esse novo dispositivo Clarius C3, que ajudam a identificar o vírus sejam desenvolvidas no caminho até a resposta da vacina.

Gostaria de saber um pouco mais como funciona o sistema de saúde no Canadá? Ou até mesmo saber mais sobre o país em sí? Entre em contato conosco pelo e-mail contato@canadajournal.com ou pelo whatsapp que podemos tirar suas dúvidas sobre diferentes assuntos que envolvem o Canadá.

Assine nossa newsletter

Deixe seu e-mail e receba em primeira mão as novidades do Blog da Canada Journal.